Conecte-se conosco

Notícias

Mineração: A postura do DEM contra o Pará e os seus municípios complica o partido no estado

Publicado

Em

Um dia antes, um deputado do DEM tentou barrar a votação da CFEM no Congresso Nacional


No dia 22/11, um dia antes da votação da CFEM na Câmara dos Deputados, o parlamentar do DEM da Bahia, José Carlos Aleluia, também conhecido como o “Missa” da lista da Odebrecht, impetrou um Mandado de Segurança (MS 35371), no Supremo Tribunal Federal, para tentar barrar a aprovação das mudanças na CFEM (AQUI no STF – MS n° 35371).


Deu errado

Por enquanto, deu tudo errado para o DEM e para a VALE, o STF aponta que não dará abrigo aos  “capangas” da mineradora.


Houve acordo


Teve um acordo para que o DEM retirasse qualquer obstáculo contra o trâmite no Congresso Nacional do novo marco regulatório da mineração, mas “os capangas” da Vale ainda tentam barrar as conquistas alcançadas com as alterações no setor, principalmente com o aumento do percentual da CFEM.


O,5%


Os deputados e os representantes dos municípios cederam a chantagem do DEM, abriram mão de 0,5% da CFEM que incide principalmente no minério de ferro, o que realmente importa a VALE, pois esse minério responde por mais de 75% do faturamento da mineradora.


As mentiras da VALE


A VALE, já em 2011, quando o governo federal decidiu mudar a regulação do setor, essa mineradora já alegava desenvergonhadamente que perderia competitividade, pra ter idéia do tamanho da mentira da VALE, se a taxa de 4% tivesse sido aprovada, naquele período, ao invés da VALE ter lucro de R$ 30 BILHÕES, teria tido um “lucrinho” de R$ 29,2 BILHÕES (Leia AQUI). 


Além de mentirosa, a mineradora VALE é indecente, por isso que foi escolhida a pior empresa do mundo (leia AQUI).


Desde 2011


A capangagem do DEM tem uma razão de ser, desde 2011 que o governo tentava aprovar um novo marco regulatório para a mineração.


O PSDB, o DEM e o PMDB do CUNHA se opuseram ao projeto da presidenta Dilma Rousseff, que defendia uma CFEM de 4%, sem qualquer desconto. Ao exigir a diminuição para 3,5%, o DEM também quis apagar a verdadeira autoria do projeto.


A “missa” do DEMo


A defesa intransigente dos interesses da mineradora VALE apenas escancara qual é a “Missa” que o “DEMo” reza!

Fonte: Sol do Carajás 

Continuar Lendo...
Advertisement

Notícias mais lidas

Todos os direitos reservados © 2017 Grupo Pebinha Tudo de Bom Agência de Comunicação & Publicidade CNPJ: 29.001.067/0001-22.